Daniel de Freitas Moura

Essa dissertação tem como objetivo discutir a emergência de uma “nova” elite política no município de Volta Redonda (RJ) tendo como pano de fundo o processo de privatização da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) em 1993. Trata-se de um contexto de (re) definição da cidade e do espaço político local com a ascensão e fortalecimento de novos personagens políticos, a partir da eleição da “Frente Popular” em 1992, aliança que governou por três mandatos consecutivos e imprimiu novas marcas no relacionamento da cidade com sua principal empresa. Especial atenção será conferida à trajetória pessoal e política do primeiro prefeito dessa nova “era”, Paulo Baltazar, por trata-se de exemplo elucidativo da formação de um quadro político produto dessa conjuntura.

 

Banca examinadora:
Prof. José Ricardo Ramalho, Presidente
Profa. Karina Kuschnir
Prof. Raphael Jonathas da Costa Lima