Fernanda Caroline Cassador Costa

Resumo:

A presente dissertação visou mostrar o processo de construção de uma identidade religiosa luterana no Sul do Brasil expresso através do estabelecimento da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – IECLB no país e de suas ações junto a populações imigrantes de origem alemã e populações indígenas no Rio Grande do Sul. No caso dos imigrantes, buscou- se entender o transplante de discursos e práticas voltados à formulação de políticas de assistência social da Alemanha para o Brasil. Entre as populações indígenas, mostramos dois momentos distintos com relação à postura de ação missionária e indigenista da Igreja: o primeiro (1960-1979) no qual realizou-se uma ação missionária voltada a projetos de cunho assistencialista; e o segundo (1980-1985) no qual a Igreja lançou as bases de uma atuação missionária voltada ao apoio à autodeterminação dessas populações. À luz das duas experiências aqui tratadas, com descendentes e imigrantes alemães no Rio Grande do Sul e com populações indígenas Kaingáng, procuramos mapear a montagem das relações transnacionais pela IECLB, ressaltando as influências que exerceram nas práticas religiosas e missionárias da Igreja e consequentemente, nas populações e espaços sociais implicados nesses processos. Além disso, mostramos o quanto mudanças nas dinâmicas dessas relações influenciaram na passagem da IECLB de uma “Igreja de transplante” para uma Igreja conectada a uma realidade nacional.

Palavras-chave:

Missões;IECLB;relações transnacionais;populações indígenas;imigração

Abstract:

This research aims to describe the process of identity building of a Lutheran religious tradition in the South region of Brazil through the establishment of the Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – IECLB and its actions related to German immigrants and indigenous populations in the province of Rio Grande do Sul. Concerning the group of immigrants and their descendents the focus was put in the use of discourses and practices about social policies produced in Germany to solve situations of poverty in Brazil. In the case of indigenous populations, two different moments were analysed: the first one (1960-1979) has shown a whole set of projects with an welfare profile; the second one (1980-1985) has introduced a perspective centered in the defense of indigenous peoples’ right to self-determination. Taken into account these two different experiences with German immigrants and Kaingáng indigenous populations, we have tried to map the transnational relations that have influenced IECLB’s religious and missionary practices and, as a consequence, the very populations and social spaces implicated in those experiences. Besides, we have shown how the changes in these transnational relations have played a cental role in the transformation of a “transplant Church” in a new one, close connected to the national Brazilian realities.

Keywords:

indigenous populations;IECLB;missions;immigrants

Orientador:

MARIA MACEDO BARROSO