Rogério Mendes de Lima

Banca examinadora

Luiz Antonio Machado da Silva
José Ricardo G.P. Ramalho
Regina Lúcia de Moraes Morel
Marco Aurélio Santana
Myrian Sepúlveda dos Santos

Resumo

Esta tese analisa a trajetória dos trabalhadores ferroviários do Rio de Janeiro nos últimos vinte anos. Em particular dos trabalhadores filiados ao Sindicato dos ferroviários da Central do Brasil. A partir da reconstrução desta trajetória através de documentos e entrevistas com trabalhadores militantes que viveram esta experiência diretamente, e dando ênfase ao movimento sindical, defendo a tese de que a crise sindical ferroviária dos anos 90, representou a última etapa de decadência da cultura ferroviária iniciada na década de 60 e que cede espaço para o surgimento de uma nova organização do espaço ferroviário.

ABSTRACT

This thesis analyzes the trajectory of the railroad workers in the last twenty years. From the reconstruction of this trajectory through documents and interviews with militant workers who had lived this experience directly, and giving emphasis to the syndical movement, I defend the thesis of that the railroad syndical crisis of years 90 represented the last stage of decay of the initiated railroad culture in the decade of 60 and that it yields space for the sprouting of a new organization of the railroad space.