Luis Isidro Rogerio Bembele

Resumo:

A Dissertação examina os mecanismos de participação em projetos de desenvolvimento de turismos implementados em Gala, distrito de Matutuine, província de Maputo em Moçambique (Tinti Gala Lodge Comunitário e a Consignação de 20% as Comunidades conforme descrito na Lei de Florestas e Fauna Bravia). O pressuposto básico é de que a partir dos anos 1990, a participação comunitária tornou-se condição fundamental para as políticas das agencias de desenvolvimento nacional e internacional, por acreditar-se na sua capacidade de provocar mudanças sociais nos territórios onde as intervenções são implantadas. A incursão analítica desta pesquisa mostra que durante o período em que vigoraram os projetos de desenvolvimento (PDs) em Gala, permitiram uma série de transformações em nível político, econômico e social, resultantes das iniciativas da Organização Não Governamental (ONG) HELVETAS e do Estado. Nesse sentido, analisa-se como a “participação”, é muitas das vezes usada pelas ONGs e por Governos não para os fins que se preconizam, mas sim para manutenção do poder, se desviando dos objetivos que levaria a comunidade a participar em projetos de desenvolvimento. Mostrou-se que os atores e grupos estratégicos estão em constantes negociações, disputas e confrontações. Por outro lado, embora os atores fossem heterogêneos e com interesses diferenciados, no seio da comunidade de Gala, todos têm poder de interferir no seu contexto mesmo que seja de uma forma desigual. Evidenciou-se que no processo de participativo em Gala, os atores e grupos estratégicos não só tem diferentes interesses e recursos, mas também agiam de acordo com diferentes modos de ação e pontos de vista culturais do mundo. Constataram-se alguns fatores-chave, tais como, as concepções, ideologias e estereótipos dos agentes de desenvolvimento tem em relação às populações alvos o que influencia no sucesso dos PD. Palavras-Chave: Palavras chaves: Desenvolvimento, Participação, Comunidade e Arena.

Palavras-chave:

Desenvolvimento;participação;comunidade;arena

Abstract:

This dissertation examines the mechanisms of participation in touristic development projects implemented in Gala, district of Matutuine, Maputo Province in Mozambique (Tinti Gala Community Lodge and the consignation of 20% to the communities as described in the Law of Forests and Wildlife). The basic assumption is that from the 1990s, community participation became a fundamental condition in the politics of the agencies of development both national and international, because it was believed in its capacity to cause social changes in the territories where the interventions are implemented. The analytical raid of this research shows that during the period that the projects of development where in place in Gala, they allowed for a series of transformations in the political, economic and social levels, resulting from the initiatives of the Non-Governmental Organization (ONG) HELVETAS and the State. In that sense, it’s analyzed that the “participation” is a lot of the times used by the ONGs and by the Governments not to the ends that was intended, but rather for the maintenance of power, deviating from the objectives that would make the communities to participate in development projects. It was noted that the actors and strategic groups are in constant negotiations, disputes and confrontations. On the other side, in spite of the fact that the actors were heterogeneous and with different interests in the midst of the Gala, all have the power to interfere in their context even if it’s not on equal terms. It was also evident that in the participative process in Gala, the actors and strategic groups don’t only have different interests and resources, but also acted in accordance with different moods and actions, and cultural points of view of the world. Some key factors were noted, such as the conceptions, ideologies and stereotypes that the agents of development have in relation to the target populations which influence in the success of the PD.

Keywords:

Development;participation;community;arena

Orientador:

JOSE RICARDO GARCIA PEREIRA RAMALHO