CLÁUDIA MONTEIRO MACIEL

Banca examinadora

Maria Ligia Barbosa
Maria Helena de Magalhães Castro
Liana da Silva Cardoso
Gláucia Villas Bôas (suplente)
Rosaly H. Lima Zaia Brandão (suplente)

Resumo

Nesta pesquisa procuramos destacar a importância da educação como determinante principal da desigualdade de renda familiar brasileira. Isto porque ela diferencia as oportunidades oferecidas às pessoas em uma sociedade onde o mundo do trabalho se torna cada vez mais competitivo e, portanto, a escolaridade de torna fundamental na busca pelo emprego. Pudemos constatar também que a escola ainda é vista como um elemento de ascensão social.
Os índices preocupantes de desemprego juvenil remetem-nos a pensar em criar estratégias que facilitem a inserção deste grupo social no mercado de trabalho. Percebemos a educação profissional como uma estratégia de grande destaque. Para tanto traçamos um histórico da educação profissional no Brasil onde pudemos perceber que esta modalidade de ensino sempre esteve associada a um caráter assistencialista. Por este motivo, tentamos compreender o público dessas escolas, e aproveitamos para conhecer um pouco mais sobre o jovem brasileiro. Entretanto o que averiguamos é que o público de uma das melhores escolas de ensino técnico do Rio de Janeiro, o CEFET/RJ, é composto em sua maioria por jovens de classe média uma vez que o rigoroso processo seletivo acaba por excluir aqueles candidatos que vieram das escolas da rede pública estadual e favorecendo os que estudaram em escolas particulares.

Palavras-chave: Educação e Juventude; Cursos Técnicos; Jovem e Trabalho

ABSTRACT

This research tried to show the importance of education as one of the main determinants of the inequality in Brazilian society. Education makes a difference in the opportunities offered to the people in a society where the work becomes each time more competitive and, therefore, schooling becomes one of the basic social resources in the search for jobs. It’s important to stress that the school still is seen as a factor of social mobility.
The high indices of youthful unemployment make it necessary to develop strategies that could facilitate the insertion of this social group in the labor market. Professional education is seen as a strategy of great effectiveness. In Brazil this modality of education was always associated with the idea of social assistance. For this reason, we tried to analyze who are the persons that go to these schools, and to know more about the Brazilian youth. We could show that the public of one of the best schools in technical education in Rio de Janeiro, the CEFET/RJ, is mostly composed of young middle classes boys and girls. The rigorous selective process excludes those candidates who came from public schools and gives advantages to the ones that studied in private schools.

Key-words: Education and Youth; Courses Technician; Young and Work