Alexandre Vieira Werneck

Banca examinadora 

Prof. Michel Misse, Presidente
Profa. Elisa Reis;
Prof. Daniel Cefai;
Prof. Luis Roberto Cardoso de Oliveira;
Prof. Paulo Roberto Gibaldi Vaz.

Resumo

Esta tese se debruça sobre uma ação social discursiva, o ato de dar uma desculpa, para analisá-la para além de sua dimensão linguageira e retórica: aqui, o dar uma desculpa é observado por meio das conseqüências que produz junto ao processo de manutenção das relações sociais, sejam estas impessoais, sejam as mais intimas, e com ênfase na ação social que pratica, a de deslocamento da situação de um plano de generalidade máximo, contido na regra moral desrespeitada, para um planto de circunstâncias, contido na desculpa dada. Para tanto, são analisados três corpus: manuais de desculpa, livros que oferecem orientações para apresentar um bom pretexto; reportagens de jornal, mostrando desculpas dadas por políticos durante o caso de corrupção conhecido como “Escândalo do Mensalão”; e entrevistas com casais a respeito dos cotidianos de suas relações.

 

Palavras Chave: Ato da desculpa, relações sociais, ação social discursiva.