Ana Teles da Silva

Resumo:

Esta pesquisa examina duas publicações em torno das quais se agregou a rede de intelectuais estudiosos do folclore depois dos anos 1960, a Revista Brasileira de Folclore (1961-1976) e os Cadernos de Folclore (1975-1986). Esse período foi caracterizado anteriormente como de declínio dos estudos de folclore, e este trabalho relativiza tal avaliação examinando a rearticulação desses estudiosos depois do golpe militar de 1964. Trata-se de perceber nesse período o lugar dos estudos de folclore na construção de uma ideia de cultura brasileira pela via da valorização da cultura popular. Ao longo deste trabalho abordamos a relação entre a constituição de uma linhagem de estudiosos do folclore brasileiro, o processo de construção de determinadas formas de expressão da cultura popular como folclóricas e a configuração do campo dos estudos de folclore. Enfocamos também a confluência dos estudos de folclore com a antropologia nos estudos do chamado folclore negro e, ainda, esforços de expansão dessa rede através do contato com intelectuais portugueses por meio do exame das correspondências do antropólogo português Jorge Dias (entre 1951 e 1972) e do exame das publicações de brasileiros na Revista de Etnografia (1963-1972), editada no Porto, Portugal.

Palavras-chave:

Estudos de Folclore, Antropologia, Revista Brasileira de Folclore, Cadernos de Folclore, Cultura Popular Brasileira.

Abstract:

This research examines two publications that reunited the folklore studies network after the 1960s‟, the Revista Brasileira de Folclore (1961-1976) and the Cadernos de Folclore (1975-1986). This period has been considered before as one of decline for folklore studies, and this work relativizes this evaluation examining the rearticulating of these scholars after the 1964 military coup d’etat. It is about perceiving, in this period, the position of folklore studies in the construction of a certain idea of Brazilian culture by means of the appreciation of popular culture. Throughout this thesis we approached the relation between the constitution of a lineage of folklore scholars, the process of construction of certain expressive forms of popular culture as being folklore and the conformation of a folklore studies field. We focused also on the confluence between folklore studies and anthropology in the study of the so called Negro Folklore and, also the efforts in the expansion of this network through the contact with Portuguese intellectuals by means of the examination of the correspondence with the Portuguese anthropologist Jorge Dias, (between 1951 and 1972) and the examination of the articles by Brazilians in the Revista de Etnografia (1963-1972), edited in Porto, Portugal.

Keywords:

Folklore Studies, Brazilian Culture, Popular Culture, Intelectuals.

Orientador:

MARIA LAURA VIVEIROS DE CASTRO CAVALCANTI