Wilma Marques Leitão

Co-orientador: Marco Antonio da Silva Mello

Banca examinadora

Ana Maria Kirschner
Marco Antonio da Silva Mello
Gian Mario Giuliani
Maria Rosilene B. Alvim
Arno Vogel

Resumo

Paquetá costuma ser evocada como idílico recanto turístico. Com aparência de “cidade do interior”, a ilha é bairro do Rio de Janeiro e é na perspectiva de bairro que desenvolvo as questões discutidas neste trabalho. A análise das relações sociais cotidianas nesse bairro-ilha revelou complexas estratégias de convivência de uma população, em sua maior parte, vivendo em Paquetá há muitos anos e enredada em vínculos de parentesco e vizinhança. Através de genealogias e da relação de rivalidade tradicionalmente observada entre os moradores de cada uma das partes da ilha, por exemplo, foi possível perceber como se desenrolam as formas de sociabilidade e mecanismos de interação social na encantadora Ilha dos Amores.

Palavras-chave: 1. Ilha de Paquetá. 2. Rivalidade. 3. Organização social de bairro. 4. Insularidade.