Edileuza Santana Lobo

Banca Examinadora

Regina Célia dos Reyes Novaes
Marcos Luiz Bretas da Fonseca
Michel Misse

Resumo

Este trabalho trata da atuação de agentes religiosos no sistema penitenciário do Rio de Janeiro. A partir da constatação da configuração de um campo religioso no ambiente carcerário, procuramos compreender quais agentes atuavam naquele espaço, de que forma se dava esta atuação e que efeitos produziam. Na pluralidade religiosa encontrada nas prisões, percebemos que a presença de católicos e evangélicos é mais expressiva na disputa pela “distribuição dos bens de salvação” junto aos presidiários. Dessa forma, optamos por desenvolver essa pesquisa numa perspectiva comparativa, focalizada na atuação de católicos e evangélicos. Desses grupos, os católicos se distinguem por uma atuação voltada para o coletivo, adotando uma postura política ancorada na defesa dos direitos humanos dos presos, enquanto os evangélicos desenvolvem suas atividades nos presídios, a partir de uma ação proselitista, direcionada ao preso individualmente objetivando a conversão religiosa.

ABSTRACT

This dissertation presents a study of the religious agents performance that takes place currently in the prisons of Rio de Janeiro.We try to understand who these agents are, how they perform their actions and which have been the consequences of these actions. Among the variety of religions we can find inside prisons, we have observed that the most prominent ones in the competition for the “supply of salvation goods” to the prisoners were the catholic and the evangelical.Our purpose is to compare the different ways catholic and protestant agents choose to reach their goals. Catholics have a political attitude concerned with the statement of human rights. Their actins are social-oriented, while those of the evangelical have a proselitistic content addressed to the prisoners in a more personal way, so as to promote their religious conversion.