Banca examinadora

Prof. Emerson Giumbelli (Presidente)
Profa. Maria Laura Cavalcanti
Prof. Paulo Gabriel Hilu da Rocha Pinto


Resumo

Esta dissertação investiga os processos de formação e fricção identitárias e as questões da educação conectadas aos dois, assim como a tomada de posição a partir do que foi aprendido e classificado como normal. Analisa como uma religião específica, a saber, a fé Baháí , utiliza essa mecanismo de formação de um ethos religioso, que compreende valores como a mobilidade, a flexibilidade, a educação e a reflexão, o “sacrifício” , a anti-hierarquia, anti-ritualização, a cortesia. O estudo dá ênfase especial a um determinado objetivo elaborado pelo pensamento religioso – o “fim das ideologias”, incorporado pela contrariedade ao nacionalismo – que é paulatinamente ensinado e absorvido pelos membros religiosos. O trabalho ainda analisa a polisemia do termo educação e como esses diferentes significados podem ser manipulados para objetivos diferentes.

Palavras-chave: identidade, educação, religião, nacionalismo, fé Bahá´i.