Ana Paula Barbosa Leite Bastos

Banca examinadora

Maria Ligia Barbosa
Gláucia Villas Bôas
Carlos Hasenbalg

Resumo

Este estudo procura analisar as chances de obter mobilidade social do curso de Ciências Sociais, comparativamente a outros curso, observando-se o perfil sócio-cultural dos estudantes selecionados para os mesmos. Além disso, procurou-se refletir sobre como a configuração das identidades profissionais que os cursos representam poderia interferir na continuação desse processo, no que tange ã inserção profissional do graduado. Para tal análise, foi necessário fazer uso de dados quantitativos de dois bancos de dados da UFRJ, e dados qualitativos a partir de entrevistas com ex-alunos. Os resultados mostram que não se nota grande mobilidade social entre os alunos dos cursos analisados, até mesmo por já apresentarem um certa condição social. Apesar do curso de Ciências Sociais não ser o que permite maior mobilidade social dentre os cursos analisados, proporcionada pela posse do diploma, é o que apresenta maior probabilidade de mobilidade ocupacional, quando comparado a um outro curso com perfil também acadêmico.