Cristina Pedroza de Faria

Banca examinadora

Prof. Luiz Antonio Machado da Silva
Profa. Márcia Leite

 

Resumo

Jovens moradores de favelas situadas na área da Maré, zona norte do Rio de Janeiro, aprendem a praticar boxe e se tornam lutadores (amadores) desta modalidade esportiva. O presente trabalho aborda motivações que levaram alguns destes adolescentes a optar pelo boxe e identifica significados adquiridos pelo esporte no contexto de um espaço específico de treinos, o Centro Esportivo e Educacional Luta Pela Paz, que integra os programas sociais da organização não governamental Viva Rio. O foco central do estudo se volta para o encontro entre dois universos: um constituído pela experiência de vida fundamentada em formas de pensar, representações e práticas próprias de jovens moradores locais; outro caracterizado pela experiência coletiva construída quando estes jovens passam a freqüentar o ambiente da academia de boxe LPP. A partir deste encontro, ocorrem interações entre propostas de mediadores externos (no caso, objetivadas no discurso que acompanha a prática de esportes na mesma academia) e representações de jovens participantes dos treinos, estimulando a (re) elaboração de noções sobre temas que vão além da esfera esportiva, como juventude, violência, programas sociais e favela. No contexto estudado, o corpo é lugar onde a intersecção entre os dois universos citados se torna possível. Esta perspectiva leva em conta, por um lado, o fato de a adolescência ser um período de intensas transformações corporais e, por outro, o fato de a prática do boxe também provocar, vitavelmente, modificações físicas inerentes à tal atividade esportiva. Tomada como espaço de sociabilidade, a academia onde se realizou a pesquisa de campo é também um local onde os participantes constroem diferentes formas de classificação para as expressões luta e briga. Tais categorias indicam, no contexto, possibilidades como a de obtenção de prestígio social, porém, ao mesmo tempo, demonstram a existência de posições não consensuais em relação à questão do controle da violência. A análise deste estudo se fundamenta em dados qualitativos, a saber, em representações de jovens lutadores de boxe da academia LPP, articuladas com observações de campo e pontos de vista de outros atores presentes no ambiente de pesquisa. Junto aos registros textuais, a imagem fotográfica se constituiu em um rico instrumento de pesquisa, facilitando o acesso ao contexto estudado e se tornando uma ferramenta de análise metodológica complementar.

Abstracts

Young people, residents of favelas located in the Maré region (a low-income neighbourhood at north of Rio de Janeiro), are introduced in boxing and some of them become amateur boxers. This work aims at approaching motivations which led those adolescents to choose boxing; it also identifies meanings acquired by the sport considering the context of a particular boxing club called Fight for Peace, that is part of the non-governmental organization Viva Rio social programs. Therefore, this study is focused on the encounter between two aspects: on one hand, life experiences of those local youth, based in ways of thinking, representations and practices of their own; on another hand, the colective experience built up after the same boys and girls joined the boxing club. The encounter mentioned brings the possibility of interaction between external mediator’s proposals (which, in this case, gets the form of the non local based NGO social proposal related to sports practice) and representations of young people who participate in boxing trannings, stimulating the elaboration of notions about themes such as youth, violence, project and favela. In the context studied, the body is where these aspects converge. This perspective considers that adolescence is a period of intense body modifications and the fact that boxing also brings fisical changes.
Considered as a sociability space, the boxing club where the field research was made is also a place where participants develop diferent forms of classification for words like fight/struggle and boxing match. In the context studied, these categories are related with social prestige but also show that there are no consensual opinions on the issue of violence control. The work analisys is based on qualitative data, field observation and view points of other people envolved with the field research. Photographic image was also used as a research method, complementing other instruments of collecting data.