Solange Dos Santos Rodrigues


Banca examinadora

Regina Célia Reyes Novaes 
Rosilene Alvim
Pedro A. Ribeiro de Oliveira

Resumo

Ao longo dos anos 60 uma série de transformações nas conjunturas sócio-política e eclesial levaram ao estabelecimento de novas relações entre a Igreja Católica e a sociedade brasileira. Instituídas como objeto de investigação na década seguinte, essas relações constituíram uma nova problemática no interior das Ciências Sociais. Uma parte significativa desses estudos estiveram voltados para a análise do significado e das repercussões políticas das comunidades eclesiais de base (CEBs), que são formas de articulação da Igreja Católica entre as classes populares. O presente trabalho trata das condições que permitiram a conformação de um debate intelectual em torno das CEBs. Para compreender este debate é preciso situá-lo nas disputas políticas da época, levando em consideração as diferentes concepções existentes sobre a transição pol´tica para a democracia no Brasil. A análise dos estudos sociológicos sobre as CEBs revela a existência de inúmeras interfaces entre o campo religioso, o campo político e o campo da produção de conhecimento. Interfaces que possibilitam um trânsito singular de atores sociais, idéias, padrões de organização, análises, temas e questões entre estes campos do espaço social.

ABSTRACT

During the sixties, a number of changes in the socio-political and ecclesial situation led to the establishment of a new relationship between the Roman Catholic Church and the Brazilian society. Set as an object of investigation in the seventies, this relationship has become a new issue in Social Sciences. A significant part of these investigations involved the analysis of the meaning, and the political repercussions of the church grassroot communities (CEBs), which are a form of articulation of the Roman Catholic Church among the popular classes. This paper deals with the conditions which allowed the existence of an intelectual debate on the CEBs. To understand this debate, one should situate it within the political struggles of the time, taking into account the different existing concepts about the political transition to democracy in Brazil. A survey of the sociological investigations on the CEBs shows the existence of many interfaces between the religious field, the political field and the field of the production of knowledge. These interfaces allow a strong circulation of social actors, of ideas, of models of organization, analysis, themes and questions between those fields of the social space.