Luciana Araújo Aguiar

Banca examinadora

Profa. Maria Laura Cavalcanti, Presidente
Prof. José Reginaldo Gonçalves
Profa. Beatriz Góes Dantas

Resumo

O Encontro Cultural de Laranjeiras, Sergipe, realiza-se há mais de trinta anos, anualmente, na semana do dia 06 de janeiro. O Encontro afirma-se como um dos maiores festivais de folclore e cultura popular do Brasil e é aqui abordado como um processo ritual e festivo articulado em torno da noção folclore. A pesquisa almeja compreender a permanência do festival a partir “de dentro”, bem como suas tensões, mudanças e ressignificações, a partir da observação participante e da análise das memórias e narrativas a seu respeito. A criação do Encontro Cultural associou-se a outro processo ritual já existente: a devoção religiosa de três grupos folclóricos a Nossa Senhora do Rosário e São Benedito.  Atualmente, no conjunto das atrações festivas, duas atrações, relacionadas à origem do festival, destacam-se no contexto festivo: a apresentação dos grupos folclóricos no contexto da devoção a Nossa Senhora do Rosário e São Benedito; e o simpósio que fomenta o debate sobre folclore e cultural popular. A pesquisa toma esses dois eventos como porta de entrada para a compreensão da noção de folclore no Encontro Cultural, desde o ponto de vista dos participantes de grupos folclóricos, dos intelectuais folcloristas bem como dos atores responsáveis pela atual condução do Encontro Cultural.