Banca examinadora

Profª Elina Pessanha, Presidente
Profª Neide Esterci
Profª Alice Abreu
Prof. Cristiano Fonseca Monteiro
Prof. Marcelo Domingos Sampaio Carneir


Resumo

Esta tese toma como seu tema o desenvolvimento econômico e como objeto de pesquisa a siderurgia. Ambos, tema e objeto, por suas características particulares, produzem transformações sociais estruturais nos territórios nos quais estão implantados. Este trabalho trata especificamente das regiões sídero-logísticas da Amazônia Oriental e do Rio de Janeiro. Estes espaços são atualmente privilegiados, da perspectiva da atratividade territorial de operações sídero-logísticas, por processos complementares de desintegração geográfica e integração em rede das atividades produtivas dos principais agentes econômicos do setor siderúrgico. A tese propõe também, uma abordagem socioantropológica de seus tema e objeto, ao apreender o desenvolvimento econômico, em particular, e as relações econômicas, em geral, como fenômenos culturais complexos, envolvendo estruturas ou metacampos de agentes econômicos e não econômicos – indivíduos, grupos, organizações e instituições políticos e sociais. A siderurgia, pela magnitude de seu potencial de transformação social, engendra, assim, metacampos sídero-logísticos dentro dos quais se defrontam, em múltiplas escalas, agentes dotados de recursos diversificados e conversíveis, com capacidades mútuas de determinação, condicionamento e influência sobre suas ações.