A disciplina tem o objetivo de discutir as diferentes perspectivas teóricas desenvolvidas pelos principais autores do período denominado “clássico”, de constituição da sociologia como disciplina, a partir de três grandes temas abordados por eles. As aulas terão o formato de seminários, sendo obrigatória a apresentação semanal de um comentário escrito sobre a bibliografia da semana. A avaliação do desempenho dos alunos será feita com base na participação nos seminários e na elaboração de trabalho de fim de curso.

I. CONCEPÇÕES SOBRE A SOCIEDADE E SEU ESTUDO 

1º seminário

Apresentação do curso.

2º seminário
a) Giannotti, José Arthur (org.). Marx. Coleção Os pensadores. São Paulo: Ed. Abril, 1978.
Teses contra Feuerbach, pgs. 49-53.
b) Marx, Karl. O Capital. Rio de Janeiro: Ed. Civilização Brasileira, 1968.
Prefácio da 1ª edição, pgs. 3-7.
c) Marx, Karl. A ideologia alemã. Buenos Ayres: Ed. Pueblos Unidos, 1973.
Parte I, seção A: A ideologia em geral, a ideologia alemã em particular, pgs. 16-27.
d) Marx, Karl e F. Engels. Obras escolhidas. Rio de Janeiro: Ed.Vitória, 1956. Trabalho assalariado e capital, pgs. 60-82.

3º seminário 
Weber, Max. Economia y Sociedad – esbozo de sociologia compreensiva. México D.C. e Buenos Aires: Ed. Fondo de Cultura Econômica, 1964, 2ª edição.Volume I, Parte I, cap.1: Conceitos sociológicos fundamentales, pgs. 5-45.

4º seminário
Levine, Donald (org.): Simmel on individuality and social forms. Chicago e Londres: The University of Chigaco Press, 1971.
Parte I, cap.1: How is history possible?, pgs. 3-5.
cap.2: How is society possible?, pgs.6-22.
cap.3: The problem of sociology, pgs. 23-35.
cap.4: The categories of human experience, pgs.36-40.

5º seminário
a) Durkheim, Émile. As regras do método sociológico. São Paulo: Ed. Nacional, 1978, 9ª edição.Cap.1: o que é fato social, pgs. 1-13.
Conclusão: caracteres gerais deste método, pgs. 123-128.
b) Durkheim, Émile. Sociologia e filosofia. Rio de Janeiro e São Paulo: Ed. Forense, 1970.
Cap.1: Representações individuais e representações coletivas, pgs.13-42.
Cap.2: Determinação do fato moral, pgs. 43-69.
c) Durkheim, Émile. A ciência social e a ação. Lisboa: Liv. Bertrand, 1970.
1ª parte, cap.1: Curso de ciência social. Lição de abertura, pgs. 5-102.

II. ORDEM E DESIGUALDADE

6º seminário

Marx, Karl. Los fundamentos de la critica de la economia política. Comunicación 14, Madrid, s/d.
a)El proceso de producción em tanto que contenido del capital – (etc), pgs. 185-198. Tomo I.
b)Acumulación primitiva del capital. (La acumulación verdadera.) – (etc.), pgs. 331-341. Tomo I.
c)La existência del trabajador libre supone la del pobre. Población y superpoblación, etcetera, pgs, 95-100, Tomo II.

7º seminário

a) Gerth, H.H. e C.W.Mills (orgs.): Max Weber – ensaios de sociologia. Rio de Janeiro: Zahar Ed., 1971.
Classe, estamento, partido, pgs. 211-228
Capitalismo e sociedade rural na Alemanha, pgs. 413-437
b)Weber, Max. Economia y sociedad – esbozo de sociologia compreensiva. México D.C. e Buenos Aires: Ed. Fondo de Cultura Econômica, 1964, 2ª edição.Volume I, Parte I, cap.4: Estamentos y clases, seção 1: conceptos, pgs. 242-246.Volume II, cap.9, seção VIII, item 1: Conceito e categorías de la ciudad, pgs. 938-955.

8º seminário
a)Simmel, Georg. Sociologie et épistémologie. Paris, Presses Universitaires de France, 1981.
Parte II, cap.3: La diffèrenciation sociale, pgs. 207-222.
b)Levine, Donald (org.): Simmel on individuality and social forms. Chicago e Londres: The University of Chigaco Press, 1971.
Parte II, cap.5: Exchange, pgs. 43-69.
cap.9: Sociability, pgs. 127-140.
Parte III, cap.11: The poor, pgs. 150-178.

9º seminário

a) Durkheim, Émile. As regras do método sociológico. São Paulo: Ed. Nacional, 1978, 9ª edição.
Cap.3: Regras relativas à distinção entre o normal e o patológico, pgs. 41-65.
b) Durkheim, Émile. De la división del trabajo social, Buenos Aires: Schapire Ed., 1967.Prefácio da 2ª edição, pgs. 07-32.

10º seminário (cont.).
c) Durkheim, Émile. De la división del trabajo social, Buenos Aires: Schapire Ed., 1967.
Livro II, cap.6: preponderância progressiva de la solidariedad orgânica y sus consecuencias, pgs.152-171.
Livro II, cap.7: Solidariedad orgânica y solidariedad contratual, pgs. 172-258.
Livro III, cap.1: La división del trabajo anomica, pgs. 301-317.
III. PODER E LIBERDADE

11º seminário
a)Marx, Karl e F. Engels. Obras Escolhidas, Rio de Janeiro: Ed. Vitória, 1956. Manifesto do partido comunista, pgs. 13-47.
b)Marx, Karl. A ideologia alemã. Buenos Aires: Ed. Pueblos Unidos, 1973. cap.1, seção A, item 1: História, pgs.28-39.
c)Rubel, Maxinilien (org.): Karl Marx – Pages choisies pour une ethique socialiste. Paris: Ed. Marcel Rivière et Cie., 1948.
Parte III, cap.1: L’homme em face de l’histoire, pgs. 173-186.
Cap.2: Prolétariat et bourgeoisie, pgs. 187-195.

12º seminário.
a)Weber, Max. Economia y sociedad – esbozo de sociologia compreensiva. México D.C. e Buenos Aires: Ed. Fondo de Cultura Econômica, 1964, 2ª edição.Volume II, cap.9, seção 1: Poder y dominación. Formas de transición, pgs. 695-700.Volume II, cap.9, Seção 2: Dominación y gobierno. Naturaleza y limites del gobierno democrático, pgs. 701-704.
b)Gerth, H.H. e C.W.Mills (orgs.): Max Weber – ensaios de sociologia. Rio de Janeiro: Zahar Ed., 1971.
Parte I, cap.5: A ciência como vocação,pgs. 154-183.
Parte II, cap.6: Estruturas de poder,pgs. 187-210.

13º seminário
Wolff, Kurt H. (org.): The sociology of Georg Simmel. New York e London: The Free Press, 1964.
Parte I, cap.4: Individual and society in XVIII and XIX century views of life (na example of philosophical sociology), pgs. 58-84.
Parte III (superordination and subordination), cap.1: Introdução, pgs. 181-189.

14º seminário
Durkheim, Émile. Leçons de sociologie – physique des moeurs et du droit. Paris: Presses Universitaires de France, 1969.
4ª lição: Definition de l’État, pgs.79-90
5ª lição: Rapport de l’État et de l’individu, pp.91-99.
6ª lição: L’État et l’individu. La patrie, pgs. 100-109.
7ª, 8ª e 9ª lições: Formes de l’État. La démocracie, pp.110-141.

15º seminário
Preparação dos trabalhos finais, para entrega na semana subseqüente.