Profas. Julia O’Donnell (PPGSA) e Patrícia Silveira de Farias (PPGSS)

Disciplina: Cidade: territórios, identidades e conflitos

Programa PDF

Ementa: O curso propõe apresentar e discutir temas centrais dos estudos urbanos a partir do ponto de vista das Ciências Sociais. Para isso, num primeiro módulo, traçaremos uma trajetória histórica, desde a análise de Simmel e outros sobre a experiência da cidade, passando pelas investigações da Escola de Chicago e de Henri Lefèbvre sobre a produção de espaços sociais urbanos e dinâmicas de estratificação social. Em seguida, mapearemos contribuições contemporâneas, tanto brasileiras como de outros países, para entendermos a cidade a partir daqueles que a constroem e utilizam. Há, ainda a preocupação em apresentar textos de autores não ocidentais, de modo a refletir sobre as possibilidades de pensar a cidade através de olhares e paradigmas decoloniais. Par tal, nos centraremos em três eixos principais, que estruturam e atravessam toda a concepção do curso: mobilidade, corpo e poder. Nesta direção, dedicaremos boa parte do curso à análise de trabalhos que tematizam as interseções entre cidade, raça, classe, gênero e locais de moradia como estruturadores das vivências, sociabilidades e conflitos entre os diversos segmentos que compõem a cidade.

Observação: As aulas acontecerão no PPGSA (Aulas 1 a 7) e no PPGSS (aulas 8 a 15).

Metodologia: Aulas expositivas, exibição de filmes e palestras de especialistas nos temas propostos.

Avaliação: Será proposta a realização de um seminário temático, além de um trabalho final que expresse a pesquisa em andamento do alunado em relação às discussões realizadas durante o curso.

Conteúdo Programático

Aulas 1 e 2 (20 e 27/3) – A Escola de Chicago: primeiras aproximações ao estudo da(s) cidade(s)

  • Leitura obrigatória
    • SIMMEL, George. “A metrópole e a vida mental” (1902) in: Velho, O. (org) O Fenômeno Urbano. Rio de Janeiro: Zahar, 1967.
    • PARK, R.E. “A cidade: sugestões para investigação do comportamento humano no meio urbano” (1916) in: Velho, O (org) op cit.
    • WIRTH, Louis. “O urbanismo como modo de vida” (1938) in: Velho, O. (org), O fenômeno Urbano.
  • Leitura Complementar
  • BURGUESS, Ernest. “The Growth of the city. An introduction to a Research Project”. In Robert E. Park and Ernest W. Burguess (orgs). The City. Chicago: University of Chicago Press. 1967. p. 47-62.
  • REDFIELD. “The folk society”, American Journal of Sociology, vol. 52, n. 4. 1947.
  • LEWIS. Oscar. 1969. “La escena”. In Antropología de la pobreza: cinco familias. México: Fondo de Cultura Económica. p. 16-32. ____________.

Aula 3 (3/4) – Antropologia Urbana no Brasil

  • Leitura obrigatória
  • ECKERT, Cornelia e ROCHA, Ana Luiza Carvalho. “Aventuras antropológicas nas cidades brasileiras: na trilha das trajetórias acadêmicas das antropólogas “urbanas” Eunice Durham e Ruth Cardoso”.
  • DURHAM, Eunice. A pesquisa antropológica com populações urbanas: problemas e perspectivas. In CARDOSO, Ruth (org). A aventura antropológica: teoria e pesquisa. São Paulo: Paz e Terra, pp. 17-37, 1986.
  • VELHO, Gilberto. “Unidade e fragmentação em sociedades complexas”. In Projeto e metamorfose: antropologia das sociedades complexas. Rio de Janeiro: Zahar. 1994.

 

  • Leitura Complementar
    • MENDOZA, Edgar. “Donald Pierson e a Escola Sociológica de Chicago no Brasil: os estudos urbanos na cidade de São Paulo (1935-1950)”. In Sociologias, Porto Alegre, ano 7, nº 14, jun/dez 2005, p. 440-470.
    • VELHO, Gilberto. “Projeto, emoção e orientação em sociedades complexas”. In Individualismo e cultura. Notas para uma antropologia da sociedade contemporânea. Rio de Janeiro: Zahar. 1981.

Aula 4 (10/4) – Cidades, fluxos, redes

  • Leitura obrigatória
  • AGIER, Michel. Antropologia da cidade: lugares, situações, movimentos. São Paulo: Terceiro Nome, 2011. pp. 117-124.

  • HANNERZ, Ulf. “A busca pela cidade” IN Explorando a Cidade: Em busca de uma antropologia urbana. Rio de Janeiro: Ed. Vozes, 2015. pp. 28-68.

  • AUGÉ, Marc. Não-Lugares: Introdução a uma antropologia da supermodernidade. São Paulo: Papirus, 1994. pp.71-105

  • Leitura Complementar
  • LOW, Setha. “The Anthropology of Cities: Imagining and Theorizing the City”. Annual Review of AnthropologyVol. 25, 2006. P. 383-409.

Aula 5 (17/4) – Fazer a cidade

  • Leitura obrigatória
  • LEFEBVRE, Henri. O direito à cidade. São Paulo: Centauro Editora, 2011.

  • SIMONE, AbdouMaliq Simone. “People as infrastructure”: Intersecting Fragments in Johannesburg. Public Culture, 16(3), 2004, pp. 407-429.

  • Leitura Complementar
  • JACOBS, Jane. Morte e vida de grandes cidades. São Paulo, Martins Fontes, 2000.

  • SEGURA, Ramiro. “Trazos del habitar. Experiencias, líneas y puntos de vista en el análisis de cartografías urbanas”. Lugar: Buenos Aires, 2017 p. 121 – 138.

Aula 6 (24/4): A cidade além do paradigma ocidental

  • Leitura obrigatória
    • ROY, Ananya. “Cidades faveladas: repensando o urbanismo subalterno”. E-metropolis, n.31, 2011.
    • PERELMAN, Mariano. “Desigualdad, imaginários y escala urbana”. In:
    • BAE, Yooil. “Governing cities without States? Rethinking urban political theories in Asia”. In Edensor, Tim; Jayne, Mark, Urban theories beyond the West – a world of cities. London/New York, Routledge, 2011, pp. 95-110.

Leitura complementar:

    • EDENSOR, Tim; JAYNE, Mark. Introduction. In: Urban theories beyond the West – a world of cities. London/New York, Routledge, 2011, pp. 1-28.
    • GORELIK, Adrián. “A produção da ‘cidade latino-americana'”. Tempo Social – Revista de Sociologia da USP, 17(1), 2005. P. 111-133.

Aula 7 (8/5): Periferias e fronteiras

  • Leitura obrigatória
  • MAGNANI, José Guilherme. “Da periferia ao centro: pedaços e trajetos”. In Revista de Antropologia, FFLCH/USP. São Paulo, vol 35, 1993.

  • AGIER, Michel. “A guerra”. In: Encontros etnográficos, São Paulo/Alagoas, Unesp/Edufal, 2015, pp. 59-70.

Aula 8 (15/5) Espaços, territórios e sexualidades

  • Leitura obrigatória
    • PERLONGHER, Nestor. “Transformações no espaço urbano: o gueto gay paulistano entre 1959 e 1984”; “Territórios e populações” e “Derivas e devires” IN O Negócio do Michê – prostituição viril em São Paulo. São Paulo: Brasiliense, 1987.

    • BOY, Martín Boy e PAIVA, Verónica. “Espacio y sexualidades: usuarios (i) legítimos de lo urbano en la zona roja. Ciudad de Buenos Aires, 1998-2005.”. Cadernos pagu (45), julho-dezembro de 2015. P. 527-549

  • Leitura Complementar
    • HALBERSTAM, J. “Queer temporality and Postmodern geographies. In: In a queer time and Place: transgender bodies, subcultural lives. New York and London: New York University press. pp. 1-21.

Aula 9 (22/5): Gêneros de cidade, gênero nas cidades

  • Leitura obrigatória
  • DAS, Veena. “Tecnologías del yo. La pobreza y la salud en un entorno urbano” e “La perspectiva de género en la salud y la pobreza en las ciudades” IN Sujetos del dolor, agentes de dignidade. Bogotá: Universidad Nacional de Colombia. Facultad de Ciencias Humanas: Pontificia Universidad Javeriana. Instituto Pensar, 2008. 459- 472; 517-542.

  • PHADKE, Shilpa; RANADE, Shilpa; KHAN, Sameera. “Why loiter? Radical possibilities for gendered dissent”. In: Butcher, Melissa; Velayritham, Selvaraj (eds.). Cultural resistance in Asia’s Cities. London and NY, Routledge, 2009.

Aula 10 (29/5): Gênero, raça, discriminação e cidade: o trabalho sexual no Brasil e no mundo

  • Professora convidada: Ana Paula da Silva (UFF)

Aula 11 (5/6): Segregação étnico-racial e etni-cidades

  • BOURGOIS, Philippe. “Etnia y clase: el apartheid estadounidense”. In: En busca de respeto: vendiendo crack en Harlem. (cap. 1). Siglo XXI Editores, 2010.

  • PINHO, Osmundo. “Espaço, poder e relações raciais: o caso do centro histórico de Salvador”

In: https://portalseer.ufba.br/index.php/afroasia/article/download/20969/13572.

Aula 12 (12/6) A construção da memória negra na cidade do Rio de Janeiro

  • Professora convidada: Márcia Leitão Pinheiro (UENF)

Aula 13 (19/6): Poder e segregação

  • Leitura obrigatória
    • CALDEIRA, Teresa Pires. “Enclaves fortificados: erguendo muros e criando uma nova ordem privada” in: Cidade de Muros – crime, segregação e cidadania em São Paulo. São Paulo: Editora 34/Edusp, 2000.

  • FELTRAN, Gabriel de Santis. “Margens da política, fronteiras da violência: uma ação coletiva das periferias de São Paulo”. Lua Nova[online]. 2010, n.79, pp.201-233.

  • Leitura Complementar
    • GUATTARI, Felix. “Espaço e poder: a criação de territórios na cidade”. In Espaço e debates, n° 16. São Paulo, 1985

    • McFARLANE, Colin. Fragment urbanism: Politics at the margins of the city

Aula 14 (26/6): Ocupando as cidades. Filme: “Era o Hotel Cambridge”.

Aula 15 (3/7): Encerramento do curso. Debate sobre os trabalhos finais.