Olivia von der Weid

e-mail

PORTUGUÊS ENGLISH ESPAÑOL

Mais do que uma identidade fixa, o indivíduo carrega um só corpo ao longo de sua vida. Ainda que única, essa estrutura não deixa de estar sensível a estímulos, transformações impressas em sua superfície pelos efeitos do tempo e das experiências vividas. Habitamos um suporte onde ostentamos os índices de nossa história. Em uma sociedade onde impera nas mídias e campanhas publicitárias facetas lisas e corpos sem história, a proposta deste ensaio fotográfico é dar luz ao estriado, a um passado que se faz presente através da interface com o físico. Deixar transparecer a superfície viva, fluida, que se transforma e ao mesmo tempo carrega a história impressa em si mesma. Esta carapaça que nos reveste é também aquela que nos coloca em contato, em rizoma com o mundo.