EDITAL PPGSA

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO PNPD-CAPES

2018

Área de Antropologia

O Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia, do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro informa que estão abertas as inscrições para o pleito de uma Bolsa de Estudos em nível de Pós-Doutorado – Ano 2018 – na área de Antropologia.

DAS VAGAS E BOLSA

Número de vagas: 01.

Período: duração de 12 meses, podendo, a critério do PPGSA, ser renovada anualmente até atingir o limite máximo de 60 meses, para o candidato que não possua vínculo empregatício.

Nos casos em que o candidato for docente ou pesquisador com vínculo empregatício em instituições de ensino superior ou instituições públicas de pesquisa, o prazo máximo é de 12 meses, sem possibilidade de renovação.

Valor Mensal da Bolsa: R$ 4,1 mil reais, cota do PNPD – CAPES – Programa Nacional de Pós Doutorado.

Início da vigência: 1 de novembro de 2018

DAS INSCRIÇÕES E DOCUMENTOS

Inscrições de 15 e 16 outubro de 2018, das 11h às 16h, na Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia

Largo de São Francisco de Paula, 1 – Sala 420 – IFCS – UFRJ

Rio de Janeiro – (CEP 20051-070)

Brasil

Os candidatos residentes fora do Rio de Janeiro deverão entrar em contato com a secretaria do PPGSA através do endereço eletrônico: ppgsa.ifcs@gmail.com para obtenção do formulário de inscrição. A documentação comprobatória e as cópias das publicações deverão ser enviadas via SEDEX para a Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia.

No ato da inscrição o candidato deverá entregar:

  1. Cópia do diploma de doutorado ou Ata de defesa da tese

  1. Plano de Trabalho (docência, pesquisa e extensão, inclui-se aqui o projeto de pesquisa)

  1. Curriculum Lattes e documentação comprobatória.

d) Cópia das publicações mais relevantes (artigos em revistas qualificadas, livros, capítulos de livros, textos publicados integralmente em anais de congresso).

DOS REQUISITOS DOS CANDIDATOS A BOLSISTA

De acordo com as Diretrizes da Portaria N° 086 de 03 de julho de 2013, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, que regula o Programa Nacional de Pós Doutorado, do candidato a bolsista exige-se:

1- Possuir o título de doutor em Antropologia ou Ciências Humanas quando da implementação da bolsa, obtido em cursos avaliados pela CAPES e reconhecidos pelo CNE/MEC. Em caso de diploma obtido em instituição estrangeira, este deverá ser analisado pelo Programa de Pós-Graduação;

2 – Disponibilizar currículo atualizado na Plataforma Lattes do CNPq ou, se estrangeiro, currículo com histórico de registro de patentes e/ou publicação de trabalhos científicos e tecnológicos de impacto e/ou prêmios de mérito acadêmico;

3 – Não ser aposentado ou estar em situação equiparada;

4 – O candidato pode se inscrever em uma das seguintes modalidades:

  1. ser brasileiro ou estrangeiro residente no Brasil portador de visto temporário, sem vínculo empregatício;

  1. ser estrangeiro, residente no exterior, sem vínculo empregatício;

  1. ser docente ou pesquisador no país com vínculo empregatício em instituições de ensino superior ou instituições públicas de pesquisa.

§ 1° O candidato estrangeiro residente no exterior deverá comprovar endereço residencial no exterior no momento da submissão da candidatura.

§ 2° Professores substitutos poderão ser aprovados na modalidade “a” do inciso 4, sem prejuízo de suas atividades de docência, após análise e autorização do Programa de Pós- Graduação.

§ 3° Os candidatos aprovados na modalidade “c” do inciso 4 deverão apresentar comprovação de afastamento da instituição de origem, por período compatível com o prazo de vigência da bolsa.

§ 4° Os candidatos aprovados na modalidade “c” do inciso 4 não poderão realizar o estágio pós-doutoral na mesma instituição com a qual possuem vínculo empregatício.

DAS ETAPAS DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

O processo seletivo para a bolsa de pós-doutorado a que se refere este edital, será realizado em três etapas: análise do Plano de Trabalho (que inclui o Projeto de Pesquisa) apresentado pelo candidato, análise do Curriculum Lattes, e entrevista com os candidatos pré-selecionados nas etapas anteriores.

Primeira etapa: Plano de Trabalho e Projeto de Pesquisa

– O plano de trabalho deverá ser elaborado em consonância com os objetos de estudo, enfoques e/ou abordagens de uma das linhas de pesquisa do PPGSA, que podem ser consultadas no site do Programa http://www.ppgsa.ifcs.ufrj.br

– O plano de trabalho deverá contemplar atividades acadêmicas de docência, pesquisa e extensão a serem desenvolvidas no PPGSA.

– O plano de trabalho dos candidatos, que inclui o projeto de pesquisa a ser desenvolvido durante a vigência da bolsa, será avaliado por uma comissão específica, nomeada pelo Colegiado.

Segunda etapa: Avaliação de Currículo

O Curriculum Lattes atualizado do candidato será avaliado e pontuado conforme documentação apresentada de acordo com os seguintes critérios: formação, experiência profissional e produção científica.

Terceira etapa (condicionada à determinação da banca): Entrevista

Caso a banca considere necessário, os candidatos pré-selecionados nas duas etapas anteriores poderão ser convocados para uma entrevista no dia 29 de outubro. A participação na entrevista poderá ser presencial ou virtual (via Skype) e os horários serão divulgados pela secretaria do PPGSA no dia 25 de outubro.

A entrevista servirá para esclarecer aspectos da trajetória e do projeto do candidato.

DA APROVAÇÃO e CLASSIFICAÇÃO

Para aprovação o candidato deverá obter a nota mínima de 70 (setenta) pontos numa pontuação de 0 (zero) a 100 (cem), somados os pontos das duas etapas (plano de trabalho/projeto de pesquisa e Curriculum) ou das três etapas no caso da banca decidir pela convocação da entrevista. 

No caso de haver mais de um candidato aprovado, será considerada a classificação dos mesmos em ordem de maior pontuação. 

No caso de empate, o critério de desempate será a pontuação alcançada pelo candidato no plano de trabalho/projeto de pesquisa. 

O candidato com maior pontuação será selecionado para receber a bolsa PNPD.

DO PRAZO DE VALIDADE DA SELEÇÃO

A lista final de classificação dos candidatos aprovados terá validade de um ano, a contar da data de divulgação do resultado da seleção, caso ocorra necessidade de substituir um bolsista nesta mesma modalidade e área.

DA DIVULGAÇÃO

O PPGSA publicará o resultado da seleção no dia 30 de outubro de 2018, no site do PPGSA/UFRJ: https://ppgsa.ifcs.ufrj.br/ e no quadro informativo da Secretaria do Programa, sala 420/IFCS.

DAS ATRIBUIÇÕES DO CANDIDATO SELECIONADO

– O candidato aprovado iniciará suas atividades em 1 de novembro de 2018.

– Durante sua permanência no Programa o pós-doutorando bolsista deverá participar da vida acadêmica do PPGSA em atividades tais como: seminários, bancas de dissertação e qualificação, palestras, ministrar disciplinas na graduação e/ou pós-graduação, cursos de extensão etc.

– Escrever um artigo a ser submetido ao Comitê Editorial da Revista Sociologia e Antropologia para publicação.

– Toda a produção intelectual do pós-doutorando durante sua permanência no Programa deverá fazer referência à sua filiação ao PPGSA.

– Posteriormente à sua aprovação e de acordo com o projeto de pesquisa apresentado, o Colegiado do PPGSA indicará um professor do seu quadro permanente de professores para ser o supervisor do estágio pós-doutoral.

OUTRAS INFORMAÇÕES

Mais informações sobre o Programa Nacional de Pós Doutorado – CAPES pode ser obtido no site da CAPES, e, em específico, a Portaria n° 086, de 03 de julho de 2013 (disponível no endereço http://www.capes.gov.br/bolsas/bolsas-no-pais/pnpd-capes)