Maria Laura Viveiros de Castro Cavalcanti

Email: cavalcanti.laura@gmail.com
Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/3673850808739906
Página: http://www.lauracavalcanti.com.br/

Doutor, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1993.
Teoria Antropológica, Ritual e Simbolismo, Antropologia Urbana, Etnografia, História das Ciências Sociais, Cultura Popular e Estudos de Folclore

PORTUGUÊS ENGLISH ESPAÑOL

Projetos em andamento

Antropologia dos rituais. Etnografia e teoria na prática antropológica.

Na tradição antropológica, a noção de ritual sintetiza e articula visões amplas da cultura e da vida social, indo assim muito além dos fatos, eventos ou processos especificamente abordados, articulando de modo instigante a reflexão sobre alteridade/identidade, diferença/semelhança tão central na disciplina. Com base em minhas experiências etnográficas continuadas com ritos festivos da cultura popular contemporânea – em especial o carnaval carioca e o bumbá de Parintins/Amazonas -,  esta pesquisa elege o estudo dos rituais como um lugar a partir do qual se indaga sobre a própria maneira antropológica de conhecer, articulando o enfoque da produção teórica ao exercício da prática etnográfica, compreendida não apenas como experiência de pesquisa mas, em especial, de escrita.

Antropologia e Estudos de Folclore

Os estudos de folclore precederam em muito o processo de institucionalização das ciências sociais em nossas universidades e e conviveram com conformação disciplinar convencional da antropologia e da sociologia como disciplinas distintas. No caso brasileiro, eles constituem, como argumenta esta pesquisa, uma das vertentes mesmas formadoras da disciplina antropológica ao compartilhar com ela a prática da pesquisa etnográfica e a valorização dos dados obtidos “em campo” seja de modo indireto, seja pelo próprio autor pesquisador. Esta perspectiva abre um vasto horizonte de estudos que tenho explorado ao longo dos anos. No momento, enfoca-se os sentidos e usos diversos das noções de folclore e etnografia sempre associados ( embora portando significados variáveis) na obra de Mário de Andrade.

Principais pesquisas publicadas: O Mundo Invisível: cosmologia, sistema ritual e noção da pessoa no Espiritismo (Zahar, 1983); Carnaval carioca: dos bastidores ao desfile (Ed UFRJ, 2006), Reconhecimentos: Antropologia, folclore e cultura popular (Aeroplano, 2012); Carnaval, ritual e arte (7 Letras, 2015).